Direito Digital

O avanço tecnológico jogou a sociedade diante de questões que outrora eram impensáveis: reputação digital; proteção de dados; preservação da intimidade; contratos eletrônicos; processos eletrônicos, totalmente virtuais; análise de riscos digitais; contratação de níveis de serviços (SLA); crimes digitais, entre eles, difamação, calúnia, ameaça; análise de riscos e melhores práticas para criação de startups digitais; análise contratual; política de segurança, tanto corporativa, quanto da gestão de dados sobre a plataforma do cliente; enfim, um sem número de variantes digitais que permeiam não só a atividade empresarial, quanto a nossa própria prática diária nas redes sociais e mais uma infinidade de interações eletrônicas que temos.

A empresa sabe o que o seu funcionário faz com a sua plataforma tecnológica? Há política de uso delas? Há termo de uso? Quais as limitações? A informação no site de e-commerce­ é adequada? Atende à legislação consumerista? Os prestadores de serviços informáticos da empresa têm metas e níveis de atendimento? Há segurança na informação? Caso seus dados sejam hospedados em um servidor externo, qual a política de segurança para isso? Se a sua empresa hospeda conteúdo, pode ser responsabilizada pelo que arquivam nela? Todas essas e muitas outras questões são tratadas pelos nossos profissionais, sempre encontrando a solução mais adequada ao perfil do cliente e ao caso concreto.